Banhos Inesquecíveis


Banhos Inesquecíveis

Esta é para os sabichões que não imaginam que o buraco é mais embaixo. A obra está sendo implantada em uma região que mal dispõe de água para se tomar banho. Como executar a obra é problema seu, explicaremos como se deliciar com um banho farto, nestas condições.

Antes de mais nada mantenha em lugar seguro 5 garrafas plásticas para coleta da água que eventualmente aparece. Por mais minguada de algum lugar ela sempre aparece, mas furtivamente. Por isto jamais empreste suas garrafas a ninguém. Complete-as na primeira oportunidade, tampe-as e reserve-as para o cerimonial.

Já no banho, garrafas destampadas, utilize a primeira delas para molhar o corpo. Irá sobrar água, mas, nesta fase, não a economize. Em seguida ensaboe abundantemente todo o corpo, ou, afogue-se em espumas.

A segunda das garrafas se destina a retirar a espuma da região da cabeça (cabelos, olhos, orelhas, etc.). Seja comedido.

A terceira é para os membros: primeiramente os braços e depois as pernas deverão ser desensaboados completamente.

A quarta retira o sabão do corpo, das regiões íntimas, e eventuais espumas teimosas que insistem em ficar.

A quinta garrafa, e a mais importante, é para esbanjar água. Utilize-a como achar melhor. Molhe novamente o rosto, a nuca, e não faça conta do desperdício. Sinta-se como um marajá da água e de outras farturas. Relaxe! E tenha um bom banho, que você merece.

Este artigo foi útil para você?

Deixe uma resposta