Barragens que se Romperam pelo Mundo


Rompimento da Barragem em Mariana

Barragens que se Romperam no EUA

Barragem de St. Francis (São Francisco): Em 12/03/1928 na cidade de Los Angeles, EUA. Utilizada para abastecimento de água, em decorrência de deslizamentos de terra provocados pela pressão do volume de água, assim colapsou em suas fundações, se rompe causando a morte de 450 moradores da região. As causas foram falhas exclusivamente tecnológicas.

Barragem de St. Francis ( São Francisco)

 

Barragem de South Fork: Em 01/06/1889 no Estado da Pensilvânia, EUA. Após a região ser tomada por um grande período chuvoso, a cidade de Jhonstown, a alguns km da antiga barragem, foi tomada por ondas com mais de 12 metros de altura, a mais de 50 km por hora. Assim dez minutos foram suficientes para causar a morte de 2200 moradores da cidade.

Barragem de South Fork

 

Barragens que se Romperam na Europa

Falha na Barragem de Gleno: Província de Bérgamo, Itália, 1923. Sem contar com os investimentos ideais, a barragem sofreu várias alterações em relação ao seu modelo original, assim se tornando menos resistente e incapaz de atender o volume de água. Em 01/12/1923, a barragem não suportou mais a pressão, e se rompeu, gerando mais de 4,5 milhões de m³ de lama derramadas em várias cidades da região – que foram dizimadas na ocasião.

Falha na Barragem de Gleno

 

Barragem de Malpasset: Rio Reyran, Sul da França, 1959. O acidente já foi alvo de diversos estudos e centros de pesquisa. Mas ainda assim, não se sabe ao certo o que de fato originou o rompimento da barragem. As ondas ultrapassaram os 40 metros de altura e foi responsável pela morte de 423 pessoas.

Barragem de Malpasset

 

Barragem de Vajont: Construída apenas três anos antes do acidente, pois a barragem era tida como uma das mais altas do mundo. Em 09/10/1963, quando um terremoto atingiu a região do Vale do Rio Vajont, no Norte da Itália, suas paredes se romperam e o desastre aconteceu. De acordo com a UNESCO, as ondas atingiram 250 metros de altura, e em apenas 45 segundos foram capazes de causar a morte de 2000 pessoas e destruir tudo que estava a sua volta.

Barragem de Vajont

 

Barragens que se Romperam na Asia

Barragem de Machchu II: Distrito de Rajkot, Índia, 1979. No dia 11 de Agosto daquele ano, ocorreu um dos maiores acidentes naturais da história da humanidade. Pois na época, a região e seus arredores vinham sofrendo com incessantes períodos de chuva e pequenas inundações. Assim no dia em questão, um dos pontos da barragem explodiu causando a destruição de tudo que estava ao seu redor. Levando contudo a morte de no mínimo 1800 pessoas. O número de desaparecidos indica que a tragédia possa ter gerado a morte de mais de 15 mil pessoas.

Barragem de Machchu II

 

Reservatório de Banqiao e Shimantan: Zhumadian, Leste da China, 1975. Também conhecido como barragem de ferro, o reservatório era responsável pelo abastecimento de várias cidades do país na época. Um período chuvoso – que era esperado para o ano inteiro, e atingiu a região em 24 horas – pois aliado com a má construção das estruturas fizeram com que as barragens se rompessem. Pois o episódio é conhecido como o desastre com barragens mais fatal já registrado na história da humanidade. Com o falecimento de 171 mil pessoas, e a perda de 1,7 bilhões de m³ de água.

Reservatório de Banqiao e Shimantan

Barragens que se Romperam no Brasil

Rompimento da Barragem em Mariana: O rompimento da barragem de Fundão, localizada no subdistrito de Bento Rodrigues, no município mineiro de Mariana, ocorreu na tarde de 05 de novembro de 2015. Pois o desastre chocou toda população, e alertou as autoridades sobre o tipo de consequência de tragédias como essa. Assim foram 50 milhões de m³ de água transformados em lama e centenas de pessoas da região desabrigadas que fazem deste episódio, um dos maiores e mais devastadores já registrados no Brasil.

Rompimento da Barragem em Mariana

 

Rompimento da Barragem em Brumadinho: Desastre ambiental ocorrido no município de Brumadinho, perto da capital mineira, na tarde do dia 25 de janeiro de 2019. Pois a barragem era de rejeitos de mineração controlada pela Vale S.A. Rompeu despejando lama no ribeirão Ferro-Carvão, na localidade de Córrego do Feijão. Assim como no desastre do rompimento de barragem em Mariana, também controlada pela Vale. A Barragem de Mariana fica a menos de 200 quilômetros de Brumadinho.

Rompimento da Barragem em Brumadinho

Este artigo foi útil para você?

Deixe uma resposta