Sistema de Manutenção: Principal

De Suporte EngWhere
Ir para: navegação, pesquisa

SisMan - Controle de Manutenção de Máquinas, Veículos e Equipamentos

Roteiro

O Controle segue o seguinte Fluxo de Informações:

1. A Central planeja as necessidades de manutenção de cada equipamento (com base nos Planos de Manutenção) e lança no Controle (linha Planejado);

2. O Operador / Motorista gera a parte Diário do Equipamento;

3. A Central (o almoxarifado da obra ou a matriz da empresa) recebem as partes diárias, lançam no Controle e acompanham o desenvolvimento do cronograma;

4. Cerca de 2 dias antes de verificar a necessidade de realização de algum plano (acusado pelo Controle) a Central informa os envolvidos, faz cópia Xerox do Plano que será solicitado e o envia à oficina que fará o serviço.

A Central deverá também prever (em função do acompanhamento) a necessidade de adquirir os insumos para realização de cada Plano (graxas, óleos, peças, pneus, etc.).

Os envolvidos deverão estar preparados para adquirir os insumos imprevistos, cuja necessidade poderá ser detectada durante a manutenção.

O Controle de Manutenção é baseado nas Partes Diárias dos Operadores que deverão conter informações sobre a operação da máquina (ou veículo) do dia, como:

  • Horas trabalhadas ou não;
  • Horas à disposição;
  • Abastecimento (detalhes);
  • Gastos com o equipamento;
  • Paralisações e causas;
  • Nome do Operador;
  • Etc.

Observações sobre os Planos de Manutenção

Os Planos de um mesmo equipamento deverão ter períodos multiplos entre sí. Como recomendado pelos fabricantes.

Por exemplo os planos A, B e C de um Fusca, deverão seriam programados para cada 5.000, 10.000 e 50.000 km, de forma que ao ser encaminhado à Manutenção para o Plano B, será feito também o Plano A e quando for hora do Plano C, será também dos planos A e B.

Em todos os casos o plano menor (de 5.000 km) será sempre chamado de A o seguinte (de 10.000 km) de B e assim por diante.

Outras Ferramentas

Faz parte do Sisman as seguintes ferramentas do ERP localizadas em outros menus.

  • Engenharia > Planejamento > Neopert > Lavagem des Equipamentos - Escala Semanal;
  • Engenharia > Bibliotecas > Biblioteca da Revista EngWhere > Thesaurus do EngeWhere > O SisMan;
  • Anexos do Sisman (no CD de instalação > Anexos > SisMan).

Atenção . As edições feitas na Planilha dos Clientes e Fornecedores irão refletir no cadastro principal (ou Registro Geral).

Dicas

Ao elaborar um Plano de Manutenção habitue-se a fornecer o maior número de informações práticas possível.

Exemplos:

a) No Item "Trocar o Óleo do Motor" deverá estar especificado o óleo e a capacidade do motor (em litros). Idem para os demais óleos.

b) No item "Calibrar Pneus" deverá constar a capacidade (libragem) dos pneus (se for o caso dianteiros e traseiros)

  • Não é obrigatório porém por serem 12 caixas de Planos (10 riscos na régua superior por cada caixa) e a régua inferior contendo 365 riscos, será conveniente fazer a programação anual de cada equipamento, que será melhor visualizado no controle.
  • Dica: na página de impressão poderão ser observados todos os equipamentos juntos de forma a ter uma visão geral (ou previsão) dos serviços da Oficina Mecânica.
  • Observe que tanto na Orelha "Custos" quanto na "Previsão de desembolso" será possível lançar os custos de manutenção de cada equipamento, ficando ao usuário escolher a de sua preferência.