Ponte de Santiago Calatrava


Ponte de Santiago Calatrava - Canadá

Projetada em concreto, aço e vidro, construção tem vias para ciclistas e pedestres. O arquiteto espanhol Santiago Calatrava inaugurou no final de março de 2012 mais uma de suas obras. Assim sendo localizada na cidade de Calgary, no Canadá. A Ponte da Paz está sobre o Bow River e tem 126 m de extensão.

Com estrutura helicoidal de concreto reforçado e aço, o projeto conta com teto e guarda-corpos de vidro. Com 8 m de largura e 5,85 m de altura, a pista tem 3,7 m exclusivos para pedestres e 2,5 m de via para ciclistas. Calcula-se que pelo menos 1.500 pessoas passarão pela ponte diariamente.

A mais nova atração de Calgary não tem a marca registrada de Calatrava, o “fishbone”. Sendo assim as construções lembram a estrutura óssea de um peixe. Ao invés disso, a Ponte da Paz tem uma estrutura helicoidal com tons de vinho.

Ponte da Paz

A Ponte da Paz é a única ponte-span projetada para atender às restrições geométricas. Assim devido a uma zona de exclusão aérea acima da ponte (não há um heliponto nas proximidades). Além do nível da água elevado e os níveis de gelo do rio abaixo. Houve um espaço de apenas sete metros para criar o espaço. Pois a ponte da Paz foi também concebida sem quaisquer pilares de apoio no leito. Mas de forma a minimizar o impacto ambiental. Todos estes parâmetros influenciaram a decisão de Calatrava para inventar uma ponte de treliça tubular de aço.

Sobre sua obra, Calatrava declarou: “apesar do conceito da Ponte da Paz ser bastante desafiador, estou muito orgulhoso. Isto é, foi uma honra e um prazer trabalhar nesta linda cidade. “A idéia para a construção da ponte surgiu quando o arquiteto, ao ser convidado para construir uma passarela de pedestres sobre o rio, percebeu que estes e até mesmo os ciclistas e atletas da cidade usavam as margens do rio e outras pontes do local para se locomover. Decidiu oferecer uma estrutura agradável que também os protegesse do frio.

Arquiteto

Calatrava é um arquiteto espanhol, escultor e engenheiro estrutural conhecido por seus crescentes ícones verticais. Ou seja suas principais obras destacam-se o Milwaukee Art Museum em Wisconsin, Athens Olympic Sports Complex e a Ponte Quarto sul Canal Grande em Veneza.

Com um custo de US$ 24,5 milhões, sendo assim a ponte foi financiada através de dólares dos contribuintes – uma fonte de descontentamento para muitos moradores. Um crítico postou seus comentários no jornal da cidade onde disse: “Os políticos que aprovaram esta ponte quebraram suas próprias regras. Foi um abuso vergonhoso de poder.”

Além disso, alguns moradores sugeriram que a necessidade de uma ponte adicional não era grande o suficiente para justificar o alto custo da obra. Com um comentarista argumentando. “Esta ponte realmente não foi necessária já que vivemos em um momento onde as estradas e outros projetos mais urgentes precisariam mais deste investimento”.

 

Este artigo foi útil para você?

Deixe uma resposta