Trabalho Para Não se Fazer em Casa


Trabalho Para Não se Fazer em Casa

O hábito de diariamente carregar pastas, maletas, ou malas, da casa para o escritório e depois do escritório para a casa, está ligado à vontade de mostrar serviço e, mais intimamente, ao medo de se desligar do trabalho. É aconselhado somente para pessoas com vocação frustrada para caixeiro-viajante que em dia de chuva deverão evitar os lamaçais muito grandes para não atolar com a carga.

Este artigo foi útil para você?

Deixe uma resposta