Competência


 A necessidade de agir rápido e encurtar caminhos é opção obrigatória, mesmo no campo da psicologia, quando se pretende formar equipe eficiente e se está lidando com grande quantidade de gente.

Observando que a Competência é uma propriedade ligada muito mais à pessoa que ao profissional, ou seja, não há muita possibilidade do indivíduo não competente ser um bom profissional, resumimos, encurtando conversa e em outra direção, que o mal-educado só é assim por incompetência.

A premissa sendo checada, e não encontrando exceções, acabou tornando-se Regra: não há malcriado competente e vice-versa.

Como nada é perene, entretanto, começa cair de moda dentro das empresas, o costume de se desejar bom-dia ao colega de trabalho e vem desbancando nossa Lei a quantidade de gente que pratica esta, ainda, mal criação.

Ou é a Competência que está se rarefazendo?

Este artigo foi útil para você?

Deixe uma resposta