Tabelas


Habitue-se, desde bem cedo, a trabalhar com tabelas em todos seus lançamentos, levantamentos, compilações, comparativos, cálculos, memórias de cálculos e medições. Só as prescinda em último caso. Oferecem uma apresentação mais compacta, inteligível e organizada, e são menos sujeitas a erros, além de oferecerem condições de se detectar eventuais falhas muito mais facilmente.

Este artigo foi útil para você?

Deixe uma resposta