Palavras chave:
Custos indiretos;

Custos diretos;

Custo construção civil;

Custos construção;

Custos da construção.

EngWhere: Orçamentos, Planejamentos e Controle de ObrasOs custos indiretos

  • A+
  • A-
  • Reset

Resumo do Curso EngWhere
O Orçamento como Matéria da Engenharia

3.1. As Despesas Indireta

As Despesas Indiretas são, sem se restringir, aquelas referentes à administração da obra, ao canteiro, tapumes, transporte, alimentação de pessoal, os equipamentos não lançados nas CPU's, os mensalistas, contas de telefone, água, luz, xerox, etc.

Aqui no EngWhere são acessadas através do formulário Opções do Orçamento, botão Despesas Indiretas, contendo algumas ferramentas para seu lançamento e cálculo agilizado.

As variações dos quantitativos das Despesas Indiretas, de uma maneira geral, não influem proporcionalmente na produção, ou seja, construindo-se um canteiro maior, ou duplicando o número dos engenheiros na Administração, não se irá necessariamente, construir a obra na metade do tempo (sobre esta proporcionalidade, e outras confusões, vide A Arca de Noé na página 8 dos Textos do EngWhere).

3.2. As Taxas do BDI

As Taxas do BDI são as despesas (calculadas, para facilitar o orçamento, como taxas ou percentuais) que incidem sobre o somatório das Despesas Diretas e Despesas Indiretas.

São os impostos (Renda, PASEP, COFINS, ISS, PIS - que se comporta como um imposto, etc.) os riscos do Empreendimento, as despesas financeiras, as taxas de negociação e, finalmente, a bonificação ou lucro da Construtora.

Aqui no EngWhere poderão ser acessadas através do formulário Opções do Orçamento, clicando-se no botão Taxas do BDI, estando estas subdivididas em taxas que incidem sobre o custo da obra (o somatório das Despesas Diretas e Despesas Indiretas) e as taxas que incidem sobre o Faturamento Bruto da obra.

A diferença entre as taxas sobre os custos e sobre o faturamento poderá ser significativa, conforme demonstrado no exemplo a seguir:

"Suponhamos que na negociação para se "vencer" a concorrência da obra, será necessário um PF ("Por fora", ou um outro nome entre os tantos que recebem as negociatas) de 20% (as taxas estão se elevando cada vez mais desde quando, à uns 30 anos, eram quase que fixadas em 5%). O orçamentista desprevenido lança, então, por exemplo:

Custos Diretos + Indiretos = R$ 100.000,00

PF (20%) = R$ 20.000,00

E a obra é vendida por = R$ 120.000,00

Entretanto, durante as medições da obra serão requeridos os seguintes valores da Empreiteira, conforme o acordo preestabelecido:

20% x R$ 120.000 = R$ 24.000, ou seja, o valor total da obra deveria ser, então,

R$ 124.000 ou, 3,33% maior, e, lá se vai prejuízo. (Observar que elevando-se estas taxas, as diferenças serão exponencialmente maiores).

As taxas constantes na Composição do BDI do EngWhere são, a seguir, melhor explicadas:

3.2.1. Taxas que incidem sobre os custos

Despesas Financeiras - São as provenientes de empréstimos bancários ou simplesmente recursos próprios da Construtora necessários ao suprimento da obra, devido a medições iniciais inferiores aos valores investidos. No caso de ocorrer altas medições iniciais, de forma a manter o caixa sempre em superávit a taxa poderá ser lançada em negativo.

Taxa de Risco - Funcionando como um seguro, deverão ser lançadas em caso de insegurança no orçamento por falta de especificações adequadas ou mesmo devido insegurança em se executar a obra dentro de padrões normais.

Diferença de Reajuste - Quando o reajuste estipulado no Edital é insuficiente para cobrir o esperado.

Reajuste - Complementa o item anterior. Quando não houver reajuste previsto para as medições.

3.2.2. Taxas que incidem sobre o faturamento

Despesas do Escritório Central - São a totalidade das despesas do escritório central da Empresa, diluídas, ou rateadas, sobre todas as suas obras ou fontes de faturamento. A taxa deverá ser calculada periodicamente em função das despesas gerais do escritório (salários, retiradas da diretoria, aluguéis, automóveis, copa, etc.) contra o faturamento médio. O valor geralmente sugerido é de 6.00% a 8,00% do faturamento para a maioria das Empresas de porte médio.

A taxa, pois, varia também em função da quantidade de obras que a Empresa estiver construindo.

Bonificação - É o lucro da obra esperado pela diretoria. Incidindo sobre o faturamento, irá incidir sobre todos os gastos previstos, inclusive financeiros, de administração, da compra de todos os materiais e do salário de todo o pessoal, todos os impostos e riscos, não deverá ser exorbitado. A taxa sugerida para obras médias de construção civil é de 4,00 a 5,00%.

Imposto de Renda - Informação a ser repassada pelo departamento financeiro da Empresa. Adotamos empiricamente como 20% do lucro.

Despesas com caução / retenção- Quando o Edital exigir os custos financeiros e bancários referentes a estes serviços deverão ser calculados.

Negociação / despesas comerciais - Despesas já referidas e exemplificadas. Poderão ser lançados neste item, ainda, as despesas com o edital e com seguros diversos.

Taxa de desenvolvimento - As Empresas, querendo provisionar um percentual do faturamento para aquisições de equipamentos, ampliações e reformas da sede, expansão, poderão lançar neste item suas taxas, onerando, outrossim, seus orçamentos.

Conversão para incidir sobre o custo - O EngWhere traz uma formulazinha mágica que converte as taxas que incidem sobre o faturamento em novas taxas a serem incididas sobre a somatória dos custos diretos e indiretos e fornece o Total A + B.

Este total é que deverá ser utilizado nos orçamentos, como no exemplo a seguir:

  • Custos Diretos ... R$ 150.000,00
  • Custos Indiretos ... R$ 120.000,00
  • Soma ... R$ 270.000,00
  • BDI (30%) ... R$ 81.000,00
  • VENDA --- R$ 351.000,00

3.3. A elaboração da Planilha de Vendas

Passaremos ao cálculo do "BDI" que deverá ser lançado nas CPU's para gerar a Planilha de Vendas. Note que o BDI que acabamos de descrever e o lançado nas CPU's têm percentuais, valores e diferentes sentidos, embora idêntica nomenclatura.

Assim:

  • Custos Diretos (CPU's) ... R$ 150.000,00
  • Custos Indiretos ... R$ 120.000,00
  • Taxas do BDI (30%) ... R$ 81.000,00
  • Soma ... R$ 201.000,00
  • BDI ( a ser lançado nas CPU's) = (201.000 / 150.000) x 100 = 134%

ou seja,

  • VENDA = R$ 150.000,00 x 134% = R$ 351.000,00
todo o site
EngWhere Orçamentos Ltda ® - Todos os direitos reservados